IJUS avança no incentivo à sustentabilidade de Juruti e região


O Instituto Juruti Sustentável (IJUS) reuniu sexta-feira (26), em Juruti, as dez organizações com projetos financiados este ano pelo fundo do IJUS. São sete projetos de sustentabilidade que serão desenvolvidos em Juruti e mais três em Terra Santa. Num evento festivo, que marcou oficialmente o início das atividades dos projetos financiados, que representou o avanço concreto do IJUS em suas contribuições pelo desenvolvimento sustentável de Juruti e entorno.

Vilço Maciel de Souza, coordenador do Grupo Guerreiro da Comunidade Santa-Ana, da Localidade Pompom, região de Juruti Velho, demonstra confiança de um futuro de sucesso. “Com o apoio do IJUS, vamos adquirir um micro-trator que irá potencializar toda a nossa produção agrícola, trazendo benefícios para toda a comunidade e melhorando a renda. O financiamento do IJUS está sendo muito importante”, comenta.

No total, o IJUS financiará R$ 160 mil em projetos de sustentabilidade. Entre os projetos apoiados, além das iniciativas com foco no desenvolvimento econômico na zona rural, por meio do apoio à agricultura e ações voltadas ao trabalho com resíduos sólidos, existem iniciativas de incentivo à arte e à cultura, que visam a contribuir com o fortalecimento da identidade da região, pois o IJUS acredita que o desenvolvimento da cultura regional é uma importante engrenagem da mudança social. Neste edital o IJUS apoia quatro projetos desta natureza.

Jorge Castro, presidente do Conselho Escolar da Escola Municipal Lígia Meireles, da Vila Muirapinima, em Juruti, comenta sobre os resultados que o projeto da banda marcial da Escola já está atingindo e que será potencializado com o financiamento do IJUS. “Tínhamos o objetivo de ter uma banda equipada para oferecer a nossos jovens da Escola e toda a comunidade da Vila Muirapinima, para se aprimorarem também através da arte da música. Muitos estão se desenvolvendo como cidadãos, refletindo em incentivo ao estudo também. Agradecemos muito esse apoio do IJUS.”

O evento contou com apresentações artísticas dos jovens participantes da Banda Marcial da Vila Muirapinima, que já são beneficiados pelas oficinas musicais desenvolvidas com o apoio do IJUS, além dos grupos de Terra Santa, município vizinho de Juruti, Associação Cultural Capoeira, Ciranda do Amor e o “Os Assanhados”. Todos esses grupos são financiados pelo IJUS.

Assunção Mascarenhas, vice-presidente do IJUS, contenta sobre a importância do evento e do trabalho que o IJUS vem desenvolvendo. “Este é um momento histórico, pois acreditamos muito que estes projetos trarão mudanças sociais. Acredito que o IJUS está avançando e se tornando um modelo de organização em sustentabilidade para o país, pois estamos em uma região de grandes desafios sociais e, de fato, o IJUS é uma ferramenta social e financeira para impulsionar o desenvolvimento de Juruti e região. Agradecemos a confiança de nosso investidor inicial, a Alcoa, e estamos buscando novos investidores.”

Segundo Rogério Ribas, gerente de Assuntos Institucionais da Alcoa em Juruti, é muito importante para a empresa ver que o IJUS está tornando concreto uma estratégia de sustentabilidade para o município e região. “O IJUS está avançando com esses dez projetos demonstrados aqui e que serão alavancados. Como investidor podemos ver que o objetivo do IJUS está sendo cumprido na prática. Ficamos muito felizes com o resultado.

Confira as fotos